segunda-feira, 5 de maio de 2008

Prorrogado o prazo de inscição no edital para seleção dos Pontos de Cultura da Bahia

Comunidades produzindo seus próprios vídeos, grupos populares movimentando a cultura local, teatros funcionando em bairros periféricos de cidades, jovens produzindo música e lidando com novas mídias. Essas iniciativas já são realidade para os chamados Pontos de Cultura, instituições da sociedade civil que, selecionadas por editais públicos, tornam-se responsáveis por articular e impulsionar ações culturais locais.

“A formação de uma rede de pontos de Cultura em todo o país é uma das principais ações do Programa Mais Cultura, o PAC da Cultura”, afirmou o secretário de Identidade e Diversidade Cultural do Ministério da Cultura, Sérgio Mamberti, durante o lançamento do edital para seleção de mais 150 novos pontos na Bahia, em parceria com a Secretaria de Cultura do Estado, no último dia 26 de março, em Vitória da Conquista, durante o II Encontro de Dirigentes Municipais de Cultura.

As inscrições, que seriam encerradas no próximo dia 12 de maio, agora poderão ser realizadas até 13 de junho, até às 19h. Para incentivar a participação de instituições de todo o Estado, será transmitida via Embratel, para televisores com antena parabólica, no dia 14.05, entre 9h30 e 11h, a Teleconferência Oficina de Capacitação Edital Ponto de Cultura. Universidades, prefeituras, escolas e centros comunitários irão sintonizar seus aparelhos, e o passo-a-passo para inscrição no edital será explicado por técnicos e especialistas da Secretaria de Cultura do Estado.

A Bahia é o primeiro estado do país a aderir ao Programa Mais Cultura, do governo federal. O investimento total para a implantação dos 150 novos Pontos de Cultura é de R$ 27 milhões em três anos, sendo R$ 18 milhões do Ministério da Cultura (MinC) e R$ 9 milhões da Secretaria de Cultura da Bahia. Com isso, a expectativa é contar com uma rede de mais de 200 pontos de Cultura em 26 territórios de identidade. “Através dos Pontos de Cultura, a capilaridade das ações da cultura começa a ter corpo e a se tornar realidade”, afirmou o secretário de Cultura, Márcio Meirelles.

Os Pontos receberão R$60 mil por ano, durante três anos, para atividades culturais. No primeiro ano, R$ 25 mil deverão ser aplicados na compra de um kit multimídia em software livre, formado por microcomputador, mini-estúdio para gravar CD, câmera digital, ilha de edição, entre outros equipamentos conectados por meio de internet. A idéia é fazer com que imagens, sons e produtos circulem e possam ser compartilhados pelas diversas comunidades de Pontos de Cultura espalhados pela Bahia e pelo país, através da inclusão digital.

“O nosso objetivo é valorizar, apoiar e potencializar iniciativas locais que, para crescerem, precisam de recursos financeiros e tecnológicos”, explica a superintendente de Cultura da Secult, Ângela Andrade. Segundo ela, é muito importante que os Pontos explorem novas e diferentes linguagens, transformando-se em referências de criatividade e inovação para suas comunidades.

O Ponto de Cultura pode estar instalado em espaços variados e desenvolver atividades diversificadas desde que consiga agregar diferentes agentes culturais e impulsionar ações que já existiam na comunidade, servindo como um elo entre a sociedade e o Estado. Estão incluídas aí grupos de capoeira, teatro, música, dança, grupos circenses, grupos de cultura popular, círculos de leitura, cineclubes, rádios comunitárias, entre outros.

Para participar do edital, é preciso atuar na área de cultura há dois anos e ter CNPJ. Os documentos e os manuais do Edital Pontos de Cultura estão disponíveis nos órgãos municipais de Cultura. Mais informações no site www.cultura.ba.gov.br/pontosdecultura. Tel.: (71) 3116-4077 ou 4089.

Teleconferência vai tirar dúvidas

Transmitida via Embratel, a Teleconferência Oficina de Capacitação Edital Pontos de Cultura vai esclarecer as dúvidas de quem quer participar do edital. A oficina será transmitida via antena parabólica, no dia 14.05 (quarta-feira), das 9h30 às 11h, com a equipe da Superintendência de Cultura, que estará direto dos estúdios da TVE, em Salvador, falando para todo o estado.

A Teleconferência será dividida em quatro blocos. No primeiro, os técnicos da Secult darão instruções gerais sobre o edital, além de mostrarem matérias televisivas sobre os Pontos de Cultura e os impactos na comunidade local. O segundo bloco vai falar sobre o processo seletivo do edital e quem pode participar. Os formulários e preenchimento do edital serão temas do terceiro bloco. O último e quarto bloco serão direcionados para dúvidas dos interessados que poderão enviar questões via e-mail (pontosdecultura@cultura.ba.gov.br), telefone 0800, que será divulgado durante a teleconferência, e também via fax.

Dados para sintonização da parabólica:

TRANSPONDER: 6 A 2
Polarização: Horizontal
Freqüência: 3930 MHz (banda C) - Digital
Freqüência: 1220 MHz (Banda L) - Analógica, com parabólica voltada para o satélite B1

SERVIÇO
O quê: Teleconferência Oficina de Capacitação Edital Ponto de Cultura (inscrições para o edital prorrogadas para 13 de junho)
Data: 14/05/2008
Horário: 9h30 às 11h
www.cultura.ba.gov.br/pontosdecultura

Nenhum comentário: